Limite de Saldo do FGTS na compra de imóveis pode ser ampliado

Limite de Saldo do FGTS na compra de imóveis pode ser ampliado

Banco Central avalia proposta da Abecip para ultrapassar o valor atual de R$ 500 mil. Justificativa seria a alta no mercado imobiliário

 

A Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip) negocia com o Banco Central a ampliação do limite para uso do saldo do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) na compra da casa própria. Segundo a associação, o principal motivo do aumento do FGTS seria a alta no preço dos imóveis nas grandes cidades, que limita o poder de compra do consumidor.
 

 

A Abecip decidiu não divulgar o novo limite proposto ao governo. Atualmente, o dinheiro do fundo pode ser utilizado na compra de imóveis de até R$ 500 mil. O valor está congelado desde março de 2009. Antes disso, o limite era de R$ 350 mil.
 
O Banco Central deverá analisar a proposta e poderá apresentá-la ao Conselho Monetário Nacional (CMN), composto também pelos ministérios da Fazenda e do Planejamento.
 
Em junho, o governo já havia aumentado limites para financiamento de imóveis para habitação popular com o uso do FGTS, de acordo com a renda das famílias. O limite da renda familiar mensal bruta para financiamento na área de habitação popular passou de R$ 3,9 mil para R$ 5,4 mil nos casos de regiões metropolitanas, capitais ou municípios com população igual ou superior a 250 mil habitantes. No restante das cidades, o limite é de R$ 3,9 mil.

 

Data: 27/09/2011

Fonte: PINIweb